Artigo patrocinado por
OMIO

As 10 cidades mais seguras de Portugal

As cidades Portuguesas que possuem os menores índices de crimes, são também consideradas as mais tranquilas para viver.

November 25, 2019
Por
Ivete Quintela

As cidades mais seguras de Portugal

Onde há maior e menor número de crimes por 1.000 residentes, segundo as polícias?

“As cidades Portuguesas que possuem os menores índices de crimes, podem também ser consideradas as mais tranquilas para bem viver em Portugal!”

A Pordata fornece dados estatísticos de Portugal, e onde o VPDICAS foi buscar informações reais e atuais para saber quais as 10 cidades que figuram com menores índices violência no país. Esses dados são medidos pelo número de crimes que aconteceram nas cidades portuguesas (assaltos, furtos, etc), e sendo considerado para esse estudo, à cada 1.000 habitantes.

AS 10 Cidades mais Tranquilas de Portugal

As 10 dessas cidades abaixo são consideradas as mais tranquilas para bem viver em Portugal. Destaque absoluto para Torres Novas, que é a cidade com menor número de crimes em Portugal, ocupando a distinta e última colocação de 146° posição no ranking das mais violentas do país, seguida das outras nove cidades abaixo ranqueadas (ordem decrescente). São elas:

10° Lugar Alter do Chão

Alter do Chão é uma vila portuguesa pertencente ao Distrito de Portalegre, à região do Alentejo e à sub-região do Alto Alentejo, com cerca de 2 300 habitantes.É sede de um município com 362,07 km² de área e 3 562 habitantes,  subdividido em 4 freguesias.

9° Lugar – Oeiras

Oeiras é um concelho português da Grande Lisboa. O pequeno concelho de Oeiras, com apenas 45,88 km², é o 5.º mais densamente povoado de Portugal, com 173.149 habitantes. Situa-se na zona mais atlântica do Estuário do Tejo, na margem direita, em redor de uma pequena baía da Costa de Lisboa.

8° Lugar – Velas

Velas é uma vila portuguesa na ilha de São Jorge, Região Autónoma dos Açores, com cerca de 1.985 habitantes. É sede de um município com 119,08 km² de área e 5.398 habitantes, subdividido em 6 freguesias.

7° Lugar – Fundão

O Fundão é uma cidade portuguesa no distrito de Castelo Branco, na província da Beira Baixa, região do Centro e sub-região da Cova da Beira, com cerca de 8.750 habitantes. É sede de um município com 700,20 km² de área e 29 213 habitantes, subdividido em 23 freguesias.

6° Lugar – Caldas da Rainha

Caldas da Rainha é uma cidade portuguesa com 30.343 habitantes no seu perímetro urbano e em torno de 52.000 habitantes em todo o Conselho. É uma cidade do distrito de Leiria, situada na província da Estremadura e integrando a Comunidade Intermunicipal do Oeste na região do Centro. (Sede do VPDICAS)

5° Lugar – Vila Franca de Xira

Vila Franca de Xira é um município português no Distrito de Lisboa, região de Lisboa e sub-região da Grande Lisboa. Fica situada na província tradicional do Ribatejo. É sede de um concelho com 318,19 km² de área e 136.886 habitantes, subdividido em 6 freguesias.

4° Lugar – Góis

Góis é uma vila portuguesa do distrito de Coimbra, na província histórica da Beira Litoral, região do Centro e sub-região do Pinhal Interior Norte, com menos de 2.000 habitantes, e banhada pelo rio Ceira. É sede de um município com 263,30 km² de área e 4.260 habitantes, subdividido em 4 freguesias.

3° Lugar – Alvito

Alvito é uma vila portuguesa pertencente ao Distrito de Beja, região do Alentejo e sub-região do Baixo Alentejo, com cerca de 1.250 habitantes. É sede de um município com 264,85 km² de área e 2.504 habitantes, subdividido em 2 freguesias.

2° Lugar -Seixal

O Seixal é uma cidade portuguesa pertencente ao Distrito de Setúbal, região de Lisboa e subregião da Península de Setúbal, com cerca de 31.600 habitantes. É sede de um município com 95,50 km² de área, subdividido em 4 freguesias. Com 184.269 habitantes, é um dos oito concelhos mais populosos de Portugal.

1° Lugar – Torres Novas

Torres Novas é uma cidade portuguesa pertencente ao distrito de Santarém, na província do Ribatejo, região do Centro e sub-região do Médio Tejo, com cerca de 36.716 habitantes. É sede de um município com 270 km² de área e 36 338 habitantes, subdividido em 10 freguesias.

As cidades mais “violentas” de Portugal

Sugerimos que sigam o link do Pordata para conhecer inclusive, as cidades que estão configurando como as mais violentas de Portugal, mas adiantamos que as três primeiras cidades são:

1° Lugar – Albufeira

Albufeira é uma cidade portuguesa pertencente ao Distrito de Faro, região e sub-região do Algarve, com cerca de 40 000 habitantes. É sede de um município com 140,66 km² de área e 40.828 habitantes (2011), subdividido em 4 freguesias.

Criminalidade: 8.35 crimes por mil habitantes

2° Lugar – Lisboa

Lisboa, capital portuguesa, é a cidade mais populosa de Portugal. É ainda a capital mais a ocidente do continente europeu na costa atlântica. Tem uma população de 547.733 mil habitantes (2011), dentro dos seus limites administrativos.

Criminalidade: 7.42 crimes por mil habitantes

3° Lugar – Porto

Porto é a segunda cidade e o quarto município mais populoso de Portugal, situada no noroeste do país e capital da Área Metropolitana do Porto, da região Norte e do Distrito do Porto. A cidade é considerada uma cidade global gama.

Sobre a Pordata

A Pordata é uma base de dados sobre Portugal contemporâneo com estatísticas oficiais e certificadas sobre o país e a Europa, dividida num amplo conjunto de temas como a população, educação, saúde, entre outros. Esta está disponível para todos os cidadãos, é gratuita, de informação rigorosa e isenta. Toda a sua informação provém de entidades oficiais, tais como o Instituto Nacional de Estatística ou o Eurostat.

Considerações

Albufeira é um lugar belíssimo, e é um dos lugares preferidos para as férias de Verão de toda a Europa, onde a população é flutuante devido às estações. Convém lembrar que na época de férias a cidade fica muito cheia de Turistas, proporcionalmente significativamente o número de “furtos de carteiras e malas” (bolsas), lembrando que isso é recorrente à todos os lugares do mundo que tem cidades turísticas. Em Lisboa e Porto, portanto, nas três cidades citadas, andamos à qualquer hora do dia ou da noite com celular à mão e nos sentimos seguros. Podemos experimentar a mesma sensação de liberdade em qualquer uma dessas cidades.

Recomendamos algum cuidado com as malas e carteiras em espaços públicos como o metro, autocarros, e lugares com grande fluxo de pessoa, inclusive restaurantes e cafés pois pode ocorrer furtos de carteiras, apesar de nunca termos presenciado nada disso.

Se essas três cidades são “as mais violentas do país”, e são maravilhosas, imaginem como são o restante das cidades portuguesas!”

Nossa dica para quem está procurando um lugar para viver e estabelecer negócios em Portugal, é que façam vossas pesquisas levando em consideração dados de fontes oficiais, e se possível, visitar as cidades escolhidas antes de tomar qualquer decisão. Outra dica é a de não levarem em consideração somente o que vos falam meramente através de vídeos ou artigos como esse, pesquisem muito como nós fazemos, pois sempre mostramos a fonte para que possam chegar à vossas próprias conclusões. Precisando de mais pesquisas de mercado, temos os melhores e mais confiáveis parceiros para ajudar-lhes na análise técnica de cenário para seu planejamento pessoal e empresarial.

Fotos: @vpdicas

Fonte: Pordata, Wikipedia

Confira a relação de links úteis ao imigrante ou turista brasileiro


Esse artigo foi patrocinado por

OMIO

O OMIO é uma plataforma de viagens que permite aos usuários buscar e reservar trens, ônibus e vans por toda a Europa.
Ir para o site

Quer ser destaque em um artigo do VPDicas?

Patrocine nossos artigos e tenha sua marca em destaque junto a um conteúdo relevante para comunidade VPDicas. Para saber como funciona é só preencher o formulário abaixo que o time VPDicas vai entrar em contato com você.

Obrigado. Entraremos em contato em breve!
Algo deu errado ao enviar o formulário. Por favor, tente novamente.

Artigos relacionados