January 19, 2022
|
por
Tié Lenzi, Mestre em Direito e redatora de conteúdo.

Como estudar em Portugal com e sem o ENEM

É cada vez mais crescente o número de estudantes brasileiros que desejam viver a experiência de estudar em Portugal.

É cada vez mais crescente o número de estudantes brasileiros que desejam viver a experiência de estudar em Portugal, seja pela qualidade do ensino ou pela facilidade da língua.

Para se programar e conseguir estudar no país, é importante se informar sobre o funcionamento do ensino em Portugal. Se este é o seu caso, veja quais são as informações mais importantes sobre o assunto e entenda por qual motivo Portugal é tão procurado pelos estudantes brasileiros.

Confira aqui.

Fazer licenciatura em Portugal

Cursar uma faculdade (licenciatura) em Portugal é o desejo de muitos estudantes. Todos os anos, são centenas de jovens brasileiros chegam ao país para fazer um curso de graduação. Para que se tenha uma ideia, de acordo com dados oficiais, no ano letivo 2020/2021, Portugal tinha quase 59.000 estudantes estrangeiros e cerca de 25.000 eram brasileiros.

Os números altos refletem que Portugal possui excelentes universidades, que são reconhecidas no mundo todo pela qualidade de ensino oferecido. Além disso, muitos dos cursos têm valores mais acessíveis em comparação com o Brasil, o que pode encorajar muitos estudantes a atravessarem o oceano para fazer uma licenciatura em Portugal.

Todos os cursos superiores no país são pagos, mesmo nas universidades públicas (daremos mais informações sobre o assunto a seguir). Mas desde já, é importante esclarecer que para poder cursar uma graduação no país, em regra, será preciso pagar pelo curso. Os valores variam de acordo com a universidade e o curso escolhido. 

Estudar em Portugal com a nota do ENEM

Os alunos brasileiros que querem fazer uma graduação em Portugal, se assim desejarem, podem utilizar a nota do ENEM para concorrer a uma vaga na universidade. Conforme os dados mais atuais, são 51 instituições de ensino portuguesas que aceitam a nota do Exame Nacional do Ensino Médio no processo de candidatura de estudantes brasileiros.

O aceite é feito por meio de acordos que são assinados entre o INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) e as instituições de ensino superior portuguesas.

Entre as universidades e institutos que aceitam a candidatura com a nota do ENEM estão as conhecidas Universidade Nova de Lisboa, Universidade de Coimbra, Universidade do Algarve, Escola Superior Artística do Porto, Universidade do Porto, Universidade da Beira Interior, Instituto Português de Administração de Marketing de Lisboa, Universidade Católica Portuguesa e Universidade Fernando Pessoa.

Se desejar consultar a lista completa das instituições que possuem convênio e aceitam os resultados do ENEM, acesse o site do INEP.

Saiba mais nesta entrevista:

O curso de Medicina é uma exceção

Para quem pretende estudar medicina em Portugal, as notícias não são muito animadoras. Por norma, os estudantes estrangeiros não podem se candidatar para as faculdades de medicina portuguesas.

Por enquanto, o único caminho para poder fazer esse curso no país é prestar o Exame Nacional, a mesma prova feita pelos estudantes portugueses - que é semelhante ao vestibular do Brasil.

Além disso, existe mais um obstáculo. Para poder fazer o exame é preciso ter cidadania de um país europeu ou morar em Portugal legalmente por, pelo menos, dois anos consecutivos.

Veja neste artigo uma lista de 10 bons motivos para estudar em Portugal.

Fazer pós-graduação em Portugal

Muitos estudantes que já são formados no Brasil escolhem Portugal para fazer um curso de pós-graduação, principalmente os mestrados e doutorados (doutoramento, como é chamado no país).

E não é por menos, já que Portugal possui excelentes universidades e inúmeras opções de cursos nas mais diversas áreas de pesquisa.

Ao optar por fazer uma pós-graduação no país, o estudante tem a oportunidade de viver uma experiência de vida no exterior e enriquecer o seu currículo acadêmico.

Como fazer a candidatura na universidade

Tanto as candidaturas para graduação como as para pós-graduação têm processos de inscrição semelhantes. Normalmente, as inscrições para a licenciatura, mestrado ou doutorado em Portugal são feitas online e quase todas as instituições disponibilizam os editais com informações e as plataformas de candidatura em seus sites.

Primeiramente é preciso fazer um cadastro no site da instituição e preencher o formulário de candidatura com diversas informações pessoais e dados relativos ao percurso estudantil, como a nota final do curso.

Também é preciso anexar documentos como passaporte, certificado de conclusão de curso ou diploma, histórico escolar e comprovante de nota do ENEM, caso vá utilizar a nota para concorrer.

Em algumas universidades pode haver também a necessidade de fazer uma entrevista, que é realizada de forma online.

Por fim, é preciso pagar uma taxa para confirmar a candidatura. O valor é definido pela instituição e pode variar entre 50 euros e 200 euros.

Caso existam outras etapas no processo de candidatura, os detalhes serão informados no edital de abertura das vagas. Portanto, a atenção ao edital é fundamental para não cometer erros ou perder prazos.

Ano letivo em Portugal

O período de aulas em Portugal é bem diferente do Brasil. O ano letivo começa em setembro e termina em junho ou julho. 

Após as férias de natal, há o período de exames e o segundo semestre inicia em fevereiro. Em abril há ainda o período das férias de Páscoa e o maior período de férias é entre julho e início de setembro, durante o verão.

Veja as dicas da DGES - Acesso ao Ensino Superior Estudar e Investigar em Portugal:

Período de inscrições: atenção aos prazos

Também é fundamental estar atento aos prazos de candidatura, que são bem diferentes do Brasil. Muitas universidades têm candidaturas faseadas e, nesse caso, é necessário observar as datas porque em algumas instituições as vagas são divididas para cada uma das fases. Saiba que se não for aprovado, é possível concorrer novamente na fase seguinte.

Verifique a data exata no site da universidade para não perder o prazo, mas note que, de modo geral:

  • A primeira fase acontece entre janeiro e março;
  • A segunda ocorre entre abril e junho;
  • Pode haver ainda uma terceira fase no meio do ano, em julho ou agosto.

O ensino superior é pago em Portugal

Como informado acima, quem pretende estudar no país deve saber que todo o ensino superior em Portugal é pago, mesmo o realizado em universidades públicas.

Claro que, em comparação com as universidades privadas, o valor é mais baixo. Mas é importante saber que, em regra, para estudar no país é preciso pagar um valor anual, que é chamado de propina.

Apenas para que você tenha uma ideia dos valores cobrados, veja este comparativo para um curso de mestrado em economia. Na Universidade do Porto (que é pública) estudantes brasileiros pagam uma propina anual de 2.750 euros. Já na Universidade Católica Portuguesa (que é uma instituição privada) o valor anual é de 5.385 euros.

A exceção é para os estudantes que contam com algum tipo de bolsa de estudos, seja de uma instituição brasileira ou de uma portuguesa.

Veja aqui.

Preços diferenciados para estudantes que falam português

Nas universidades de Portugal existem pelo menos dois valores de propina: um para estudantes nacionais (que possuem nacionalidade portuguesa ou de outro país da União Europeia) e outro para estudantes estrangeiros - que é sempre mais caro.

Mas também é importante referir que em algumas universidades portuguesas há descontos para estudantes CPLP, ou seja, que pertencem à Comunidade dos Países de Língua Portuguesa - que inclui os brasileiros. Esse valor costuma ter um custo intermediário entre a propina cobrada dos nacionais e dos estrangeiros.

O desconto para estudantes CPLP não é obrigatório, mas muitas instituições oferecem essa propina com valor diferenciado. Por isso, vale a pena verificar se a universidade de interesse tem esse preço especial para alunos brasileiros.

Bolsa de estudo para Portugal

Conseguir uma bolsa de estudos para Portugal não é tão simples, mas é possível. Assim, para poder concorrer a uma delas é preciso saber onde procurar.

Muitos estudantes brasileiros que vão estudar no país conseguem obter uma bolsa junto a órgãos de incentivo à pesquisa, como a CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) e o CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico).

Há ainda as instituições estaduais, como é o caso da FAPERGS (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul), FAPERJ (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro), FAPESB (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia), etc.

Outra instituição brasileira que costuma abrir editais para conceder bolsas de estudos é a Fundação Estudar.

Existem também as bolsas de estudo concedidas por outras instituições, como o Santander Universidades, que é um dos mais conhecidos. Muitos estudantes conseguem estudar em Portugal por meio dessas bolsas de estudos. As informações sobre os editais e regras para concorrer a uma bolsa devem ser consultadas diretamente no site do Santander Universidades.

Bolsas de estudo concedidas em Portugal

Existe ainda a possibilidade de concorrer a uma bolsa de estudos quando o estudante já estiver em Portugal. Há várias instituições que oferecem oportunidades para estudantes estrangeiros, tais como a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, a Fundação Rotária Portuguesa, a Fundação Calouste Gulbenkian, o Instituto Camões e a FCT - Fundação para a Ciência e a Tecnologia (somente para doutorados).

Algumas universidades também têm programas próprios de concessão de bolsas de estudo. Nesse caso, o ideal é consultar o site da universidade onde o aluno pretende estudar ou entrar em contato com o Serviços Sociais (atendimento ao estudante) da instituição.

Quando já estiver morando em Portugal e tiver o Estatuto da Igualdade de Direitos e Deveres (que pode ser solicitado após seis meses de residência legal no país), o estudante também pode se candidatar a uma bolsa de estudos junto à DGES (Direção-Geral do Ensino Superior). A DGES oferece bolsas para graduação e mestrado que podem cobrir até 100% do valor da propina. 

Validação dos diplomas no Brasil

É comum que os estudantes tenham dúvidas se o diploma recebido em Portugal tem validade no Brasil. Tem sim. Para isso, é preciso passar por um procedimento de revalidação ou reconhecimento do diploma estrangeiro.

Dessa forma, quando voltar ao Brasil, para ter o título reconhecido, é preciso contactar uma universidade que ofereça um curso semelhante (com disciplinas e carga horária parecidas) e passar pelo processo de validação do diploma obtido em Portugal. 

Esta regra vale tanto para os diplomas de graduação, como para os diplomas de pós-graduação recebidos em uma universidade portuguesa. 

Como escolher um curso em Portugal

O primeiro passo para escolher um bom curso em Portugal é buscar informações, já que existem algumas diferenças entre os cursos portugueses e brasileiros.

Nos sites das universidades é possível encontrar todas as informações principais que um estudante precisa saber. Confira com atenção o plano de estudos, que é o documento que indica quais serão as disciplinas cursadas. Essa dica é válida especialmente para os cursos de pós-graduação, para garantir que o mestrado ou doutorado escolhido se relaciona com a área de estudo que pretende pesquisar.

Como fazer faculdade na U.Porto (Portugal) pelo ENEM?

Também pode ser interessante buscar mais informações sobre a universidade. Procure conhecer a localização, saber se existe a opção de alojamento universitário e como é feita a acolhida de alunos estrangeiros. Caso as informações do site não sejam suficientes para tirar todas as suas dúvidas, não hesite em contactar a universidade para obter mais informações.

Não esqueça também de se informar a respeito dos valores anuais do curso e da possibilidade de parcelamento. Boa parte das universidades portuguesas permite que as propinas sejam divididas em mensalidades. Verificar se o valor é compatível com o orçamento é uma etapa fundamental.

Veja aqui o ranking das 8 universidades mais baratas de Portugal.

Conheça a Universidade do Algarve, que aceita as notas do ENEM e tem, dentre outros, o curso de Engenharia de Alimentos.

Alguns procedimentos antes de imigrar

A maioria dos alunos preferem antecipar alguns procedimentos enquanto aguardam o Visto de Estudante. Sugerimos os principais:

Obtenha seu NIF aqui!
  • O NIF - Número de Identificação Fiscal, similar ao CPF, onde poderá alugar (arrendar) um imóvel, ou mesmo financiar.
  • Abertura de conta corrente online - Depois de obter o NIF é possível abrir conta corrente com o parceiro da VP Dicas, que é isento de mensalidades, têm gerente personalizado e 100% online. Fale conosco.
  • Fazer o CDAM/PB4 - Documento obtido online e gratuitamente - Serve para: 

1 - Atendimento do Serviço de Saúde Público de Portugal. Obtenção do seu número de Utente.

2 - Serve como substituto do Seguro Viagem (se o voo for direto para Portugal).

3 - Serve como comprovante de residência.

Confira aqui.

Parceria da VP Dicas auxiliando estudantes

A VP Dicas pode auxiliar estudantes brasileiros que tenham o desejo de estudar em Portugal, pois tem acordos com excelentes parceiros estudantis. 

O parceiro da VP Dicas é uma consultoria educacional que já atendeu mais de 28.000 estudantes brasileiros interessados em estudar em Portugal, sendo responsável pelo ingresso direto de mais de 670 estudantes que contrataram os serviços e hoje estudam nas melhores instituições portuguesas. 

Através da VP Dicas, os parceiros estudantis atendem os brasileiros que estão interessados em fazer uma graduação, especialização, MBA, mestrado, doutorado ou pós-doutorado em Portugal, com ou sem dupla nacionalidade europeia.

Mantidos por mais de 60 instituições de ensino superior portuguesas (públicas e privadas), os parceiros da VP Dicas possuem uma equipe que fornece suporte online para que o estudante se sinta seguro durante todo o processo, da fase candidatura até a estadia em Portugal. 

Além de assessorar os estudantes, nossos parceiros também atuam fortemente no reconhecimento de diplomas estrangeiros e reconhecimentos profissionais para que os cidadãos brasileiros possam exercer legalmente as suas profissões em território português.

Se desejar mais informações sobre o assunto, entre em contato com a VP Dicas.


Esse artigo foi patrocinado por

Compre seu imóvel em Portugal financiado

Financiamento imobiliário em Portugal com o acompanhamento de especialistas e a confiança de quem você conhece - VPDICAS
Ir para o site

Quer ser destaque em um artigo do VPDicas?

Patrocine nossos artigos e tenha sua marca em destaque junto a um conteúdo relevante para comunidade VPDicas. Para saber como funciona é só preencher o formulário abaixo que o time VPDicas vai entrar em contato com você.

Obrigado. Entraremos em contato em breve!
Algo deu errado ao enviar o formulário. Por favor, tente novamente.

Artigos relacionados