Artigo patrocinado por
Trivago

Quanto custa viajar para Portugal?

Qual o valor das passagens, do seguro de viagem, como e onde hospedar barato, o valor da locomoção e passeios em Lisboa?

November 25, 2019
Por
Ivete Quintela

PLANEJAMENTO

Um dos elementos mais caros da viagem são as passagens. Sugerimos pesquisar com antecedência se você deseja gastar menos em passagens e mais em passeios!

O pacote para Lisboa varia de acordo com a cidade brasileira de embarque e se o voo será direto. Considerando a estadia por 10 dias no período de verão, os pacotes de viagem giram em consideração aos cenários de estações.

Torre de Belém, Foto @vpdicas

Alta temporada em Portugal – São nos meses de Julho a Setembro e de Dezembro a Janeiro, com algumas poucas variações.

Quem pode viajar durante os outros meses do ano (com exceção de feriados prolongados) – ou seja, na baixa temporada em Portugal – pode contar com a possibilidade de conseguir boas promoções, além do fato de a tarifa já ser normalmente mais barata. Melhores meses para visitar Portugal, dependendo da região:

Algarve e Alentejo:de março ao mês de novembro.

Norte e centro de Portugal: de maio ao mês de outubro.

Lisboa e Porto: de abril ao mês de novembro.

Madeira e Açores: de abril ao mês de setembro.

Então, na média, você vai gastar (10  a 15 dias) na Alta temporada aproximadamente 1.000 euros

Baixa temporada: média entre 700  e  900 euros, mas vai depender da forma como vai usufruir da sua estadia. 

Esses valores também variam conforme a sua cidade de origem, que neste exemplo, estamos utilizando do Rio de Janeiro para Lisboa. E também podem variar de acordo com o dia da semana que você escolher voar (entre terça e quinta, por exemplo, em geral sai mais barato).

Geralmente os preços em Portugal são muito bons. Você poderá experimentar a vontade a incrível gastronomia, acompanhada de ótimos vinhos, usar o transporte público e visitar atrações com custo menor que dos países vizinhos.

Além disso, você pode programar gastar aproximadamente 80 euros por dia com alimentação e passeios. O SEF (Serviço de Estrangeiros e Fronteiras), sugere menos, em torno de 60 euros, mas aconselhamos dispor de um pouco mais.

Não esqueça, faça seu Seguro Viagem (Saúde), pois é obrigatório para entrar no Espaço Schengen, e além do mais, poderá precisar recuperar malas, e situações de imprevistos. O valor de cobertura mínima é de 30 mil euros.

Uma coisa também importante, é não faltar internet para você no exterior. Você irá precisar muito de vários APPs como para guardar seus cartões/vouchers, comprar ingressos, pagar serviços, taxi, etc. Para isso, viaje conectado. Confira os benefícios de comprar o chip de viagens e escolha o melhor pacote.

Valor da passagem aérea para Portugal

- Olá, poderia me informar quanto custa uma passagem para Portugal? Esta pergunta deve estar martelando sua cabeça ao decorrer deste post, não é mesmo? Vamos lá!

As passagens de ida e volta numa época de início de verão em Portugal, por exemplo, custam em média quatro mil reais. Na baixa temporada poderá encontrar bons preços.

Para uma pesquisa assertiva da melhor passagem, procure dias e horários alternados, evitando finais de semana, período em que geralmente seus preços sobem. Sugerimos os dia de terça a quinta-feira.

Para isto, utilize o Passagens Promo. Por meio de um cadastro, ele sinaliza para você quando as passagens estão mais em conta! Seu bolso pode gostar disso!

Quanto custa a alimentação por dia em Portugal?

Bom, já dissemos que Portugal tem bons preços e é possível explorar sua gastronomia sem gastar muito. Mas, quanto custa comer em Lisboa?

Programe-se para disponibilizar 50 euros por dia com almoço, jantar, água e um lanche, que eventualmente queira fazer. Lembrando que nas cidades mais afastadas, o prato pode ser muito mais barato, chegando a média de 8 euros por cada refeição.

Agora, se você não se preocupa com refeições tão completas como almoço e jantar, pode optar por apenas almoçar e mais tarde fazer um lanche com as gostosuras da cidade, gastando ainda menos.

Quanto custa a hospedagem por dia em Portugal?

Para saber quanto será em média a estadia em Lisboa, é preciso pensar em que tipo de hospedagem você prefere, época da viagem e se vai sozinho ou acompanhado, com família, amigos, etc.

Em geral, a hospedagem em Lisboa possui excelente qualidade e ótimos preços tendo em vista as outras capitais europeias.

Vamos considerar uma hospedagem em hotel para uma pessoa em meados de junho. A diária para uma pessoa em hostel pode ser à partir de €15 e em hotéis, €30, aproximadamente!

Agora, dependendo da temporada, se você prefere um hostel, e alguns dos melhores da Europa ficam em Lisboa, você pagará em torno de € 10 por dia! Dá para imaginar?

Nas altas temporadas, como acontecem nas passagens, os preços ficam mais altos. Se você busca preços mais acessíveis, atente-se para estes detalhes e pesquise com antecedência! 

Sugerimos plataformas de pesquisas de preços de hospedagem como Booking e Airbnb para hospedagens mais baratas.

Entrada das atrações turísticas em Lisboa

São vários os pontos turísticos na cidade e você com certeza vai querer conhecer o máximo possível das atrações, não é mesmo? Então, vamos às dicas turismo Lisboa!

Os valores de entrada variam entre 5 a 40 euros, e os tickets de acesso podem ser comprados com antecedência, evitando passar tempo em filas.

Outra dica muito boa para quem quer entrar em vários locais é adquirir o passe Lisboa Card, ou Viva Viajem/7 Colinas. O Lisboa Card tem opções de duração de 24 horas, pagando 19 €; 48 horas por 32 € e de 72 horas gastando 40 €.

Com o cartão você terá acesso liberado ao transporte público local (inclusive no trem para Cascais e Sintra se desejar), além de entrada gratuita em 26 museus, monumentos e ainda descontos em outros!

Usando o passe é possível visitar, por exemplo, a Torre de Belém e o Mosteiro dos Jerônimos, e outras atrações imperdíveis,

Os custos e as opções dos transportes públicos em Lisboa


Existem várias opções de deslocamento na capital. Você poderá escolher de acordo com os destinos o melhor meio de transporte a utilizar. Veja como!

Para trajetos curtos sem morros e se não estiver chovendo, caminhe! Se houverem ladeiras, chame um Uber, similares ou mesmo um táxi. O aplicativo é o mesmo do Brasil, não precisa ajustar o celular. Na área central as tarifas custam à partir de de 3,50 euros  dependendo da distância. O preço do táxi é em média, 60 cêntimos para cada 1km.

Conheça os tipos de bilhete para os transportes de Lisboa

Títulos ocasionais

Tarifas de bordo Carris. Um bilhete para 1 viagem comprado no autocarro, custa 1,80€. No caso dos eléctricos, uma viagem custa 2,85€. Elevadores da Bica, Glória e Lavra: 3,60€ (máx. 2 viagens). Elevador de Santa Justa, 5,00€ (válido para 2 viagens).

Tarifas comboios CP. Bilhete simples (zona 1) custa 1,25€. Veja em detalhe nesta página. Bilhete 10 viagens: 11,25€.

Bilhete 1 hora Metro + Carris. Custa 1,40€ e pode utilizá-lo para uma viagem, durante 1 hora. Por uma viagem entende-se uma entrada e uma saída através das portas automáticas. E desde que o faça dentro do horário limite, poderá mudar de linha quantas vezes quiser. Não poderá é fazer 2 viagens no Metro: tem de fazer depois uma viagem na Carris.

Bilhete diário Metro + Carris. Custa 6,00 e tem validade de 24 horas após a primeira utilização/validação.

Bilhetes combinados e recarregáveis

7 Colinas / Viva Viagem

7 Colinas / Viva Viagem (uso ocasional)

Embora tenham nomes distintos, o cartão “7 Colinas” e o “Viva Viagem” são no fundo a mesma coisa. A sua utilização é recomendada para quem vai fazer poucas viagens na rede de transportes.

Maior detalhe na página do Portal VIVA.

Onde comprar? Quanto custa? Como utilizar?

Lisboa Viva

Lisboa Viva

Cartão individual para quem utiliza os transportes com frequência. Mais recomendado para quem vive em Lisboa ou vem estudar/trabalhar na cidade por um ou mais meses. Nele tem a possibilidade de carregar passes (pode fazê-lo no Portal VIVA ou numa caixa Multibanco) e também a modalidade Zapping (ver abaixo).

Viva Viagem

Lisboa Viva “Zapping”

Talvez o mais indicado para utilizações pontuais. Fisicamente, é idêntico ao cartão Lisboa Viva. É, no fundo, uma modalidade de carregamento com regras de utilização específicas, e desde que tenha esgotado o saldo do seu cartão Viva Viagem, 7 Colinas ou Lisboa Viva, poderá ativar o Zapping com o respectivo carregamento. Pode também adquirir o Zapping normalmente, sem precisar de comprar outra modalidade/cartão, claro.

Barato e prático por poder ser utilizado em vários meios de transporte, o Zapping é um cartão recarregável de utilização individual. Recebe ainda bónus (saldo extra no cartão) com cada recarregamento. No entanto, a principal vantagem é que qualquer viagem (ida) custa 1,25€ (aplicável ao Metro e Carris / autocarros e eléctricos). Pode também utilizá-lo nos comboios CP e ferries mas ser-lhe-ão cobradas as respectivas tarifas (e.g. não pagará 1,25€ para uma viagem até Sintra).

Pontos de venda: onde comprar o bilhete?

Dependendo do bilhete que pretende, há vários pontos de venda disponíveis. A maioria das máquinas automáticas de qualquer um dos operadores aceita pagamentos tanto em numerário/dinheiro (incluindo notas) como através de cartão de débito. Se disponível, também pode dirigir-se a uma das bilheteiras onde será atendido(a) por um(a) funcionário(a).

Carris (autocarros, eléctricos e elevadores)

Para ver os pontos de venda da Carris em detalhe, consulte esta página.

Comboios de Portugal (CP)

No centro de Lisboa, encontrará bilheteiras nas estações de Santa Apolónia, do Rossio ou do Cais do Sodré. De resto, encontrará pontos de venda CP em todas as estações de qualquer linha (Cascais, Sintra, etc.).

Metro de Lisboa

Para informação detalhada, clique aqui.

Comprovativo de compra/recarregamento: não se esqueça de guardar o recibo de compra ou recarregamento do seu título de viagem (nas máquinas automáticas é emitido uns segundos após confirmação da operação).

Sobre o cartão Lisboa Card: vale a pena comprar?

Lisboa Card: onde comprar, como usar e quais os descontos

O Lisboa Card é um cartão recomendado para todos aqueles que querem conhecer Lisboa em maior detalhe, aproveitando a cidade ao máximo. Se planeia fazer várias viagens nos transportes públicos de Lisboa, ao mesmo tempo que visita várias atracções (e ainda se quiser fazer compras), então considere o cartão. Isto porque o Lisboa Card não é só para transportes e museus, mas também oferece descontos e entradas noutros lugares de interesse. 

Há também o Tuk tuk para conhecer o centro da cidade, subir ladeiras! São aqueles carrinhos típicos da Tailândia. Você fará passeios divertidos com paradas nos pontos turísticos. O bilhete depende do trajeto, mas gira em torno de 10€.

Você pode utilizar os elevadores também. Praticamente todos são gratuitos e muito úteis para subir, por exemplo, ao Castelo de São Jorge..

Se você deseja alugar um carro, a diária sai a partir de 15€ e depende muito da quilometragem, do tipo de carro, tipo de caução, etc.

Tudo planejado, agora você deve fazer o Seguro Viagem (Saúde) e ter em alta algumas dicas para passar na Imigração sem sustos. Nesse artigo contamos tudo para vocês, e boa viagem!

Oceanário de Lisboa, Foto @vpdicas
Relação de Links úteis ao imigrante ou turista na Europa


Esse artigo foi patrocinado por

Trivago

O trivago é uma das principais plataformas globais de pesquisa de hotéis e tem como objetivo reinventar a forma como os viajantes pesquisam e comparam hotéis e alojamentos alternativos
Ir para o site

Quer ser destaque em um artigo do VPDicas?

Patrocine nossos artigos e tenha sua marca em destaque junto a um conteúdo relevante para comunidade VPDicas. Para saber como funciona é só preencher o formulário abaixo que o time VPDicas vai entrar em contato com você.

Obrigado. Entraremos em contato em breve!
Algo deu errado ao enviar o formulário. Por favor, tente novamente.

Artigos relacionados