Portugal é Membro Fundador de uma nova organização cientifica internacional – O SKA

Pedidos de nacionalidade portuguesa aumentaram 50% em dois anos
19 Março, 2019
Equinócio de Primavera!
21 Março, 2019
Ciência e Tecnologia

O tratado Internacional do Observatório SKA foi assinado dia 12 de Março 2019, em Roma

O tratado Internacional do Observatório SKA foi assinado hoje (12/03/2019), em Roma. Portugal é Membro Fundador, tendo o Ministro da CTES, Prof. Manuel Heitor participado na cerimónia e assinado em nome da República Portuguesa!

É um dia histórico, a primeira vez que Portugal é Membro Fundador de uma nova organização cientifica internacional.

O SKA junta-se assim ao exclusivo clube de Convenções Internacionais, ao lado de organizações como o CERN, ESA, ESO.

O ENGAGE SKA orgulha-se do seu papel na promoção do SKA para beneficio da comunidade cientifica e tecnológica nacional.

ENGAGE SKA, Infraestrutura Nacional de I & D – Fonte: skatelescope.org

O QUE É O ENGAGE SKA?

O Square Kilometre Array (SKA) vai ser o primeiro radiotelescópio transcontinental alguma vez criado.

Vai somar 3.000 antenas parabólicas e um milhão de antenas dipolo, a que se vão juntar antenas de média frequência, distribuídas pela Austrália, Nova Zelândia, Africa do Sul, Moçambique, Namíbia, Botswana, Gana, Quénia, Madagáscar, Ilhas Maurícias e Zâmbia e conseguirá aumentar o ritmo de observação celeste em 10 mil vezes, com uma sensibilidade 50 vezes superior.

Portugal tem assumindo um papel significativo e estava à trabalhar para se tornar membro do SKA, colaborando ao nível da ciência, inovação e indústria. Portugal tem um histórico de participação em actividades do SKA, com parcerias desde o 6º e 7º Programa-Quadro da União Europeia, tendo sido membro do Comité de Ciência e Engenharia do SKA (SSEC), em representação da Europa. De momento, a colaboração Portuguesa provem de instituições académicas e industriais dos sectores das TICE, Energético e Espacial. Por seu lado, os cientistas portugueses estão envolvidos na investigação de Cosmologia, Evolução das Galáxias, Física Solar e Origem do Sistema solar. Fonte: engageska-portugal.pt

SOBRE O TRATADO INTERNACIONAL

Países assinam tratado para criação do Square Kilometre Array (SKA)

Portugal integrou o grupo dos países fundadores do Square Kilometre Array (SKA). Em Roma, dia 12 de março de 2019, foi assinado o tratado que estabelece a organização intergovernamental que irá criar aquele que será o maior radiotelescópio do mundo.

Austrália, China, Itália, Holanda, África do Sul e Reino Unido também fazem parte do grupo de países membros fundadores, aos quais se irão juntar a Índia e a Suécia, que participaram nas negociações multilaterais que duraram três anos e meio, mas que ainda estão concluir processos internos antes de assinarem o tratado.

O SKA constituirá a maior instalação científica do planeta e a segunda organização intergovernamental dedicada à astronomia no mundo, depois do Observatório Europeu do Sul (ESO). Com uma infraestrutura distribuída por três continentes, nos dois hemisférios, será composto por dois complexos com centenas de pratos e milhares de antenas, distribuídas em centenas de quilómetros na Austrália e na África do Sul, e com sede no Reino Unido.

O Observatório irá ajudar a colmatar lacunas na compreensão do Universo, permitindo aos astrónomos dos países participantes estudar as ondas gravitacionais e testar a teoria da relatividade de Einstein em ambientes extremos, melhorar a nossa compreensão da evolução do Universo ao longo de milhares de milhões de anos, mapear centenas de milhões de galáxias e procurar sinais de vida no Universo.

Nos últimos cinco anos, mais de 1.000 engenheiros e cientistas de 20 países estiveram envolvidos na projeção do SKA, com novos programas de investigação, iniciativas de formação e colaborações em vários países para treinar a próxima geração de cientistas e engenheiros.

A partir do final de 2020, por via da construção da SKA, começarão a ser adjudicados mais de 700 milhões de euros em contratos a empresas e fornecedores nos países membros, proporcionando um retorno substancial do seu investimento no projeto.

Portugal participa no SKA através da infraestrutura Enabling Green E-Science for Square Kilometer Array. O ENGAGE SKA foi identificado com alta prioridade no Roteiro de Infraestruturas de Investigação de Interesse Estratégico da FCT, e prevê o teste de protótipos para o SKA em território português e a participação científica e industrial no SKA.

Fonte: Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT).

fct.pt/noticias

vpdicas
vpdicas
Somos um equipa de profissionais luso brasileiros com o propósito de oferecer dicas, apoio e networking aos que desejam conhecer, viver empreender e investir em Portugal, especialmente no Centro do país.